Lidando com os vazamento sobre todos os ângulos


Encontrar vazamentos em adutoras e redes de maiores diâmetros pode ser especialmente desafiador e com as concessionárias de água em busca de tecnologias emergentes para lidar com esse problema, um projeto de detecção de vazamento de satélite na África parece mostrar que há soluções disponíveis.

Interrupções no fornecimento e perdas de água por vazamentos nas adutoras e nas redes principais podem ser alguns dos problemas mais desafiadores que as concessionárias de água enfrentam, dado o grande diâmetro dos tubos e os materiais de que são feitos. Mas uma nova tecnologia de detecção de vazamento por satélite está tornando a localização de vazamentos muito mais fácil.

As tubulações de água potável são um dos maiores e mais caros ativos do setor e a manutenção de sua integridade deve ser uma das principais prioridades. Para isso, a redução das perdas de água é uma necessidade estratégica.

Em outubro de 2019, um projeto piloto pioneiro foi realizado em mais de 1.000 km de adutoras no sul da África usando a análise de radar de abertura sintética (SAR) de banda L transmitida por satélite da Utilis. Os pontos de interesse na vasta rede foram reduzidos com o uso da tecnologia e, em seguida, um equipamento de detecção acústica especializado de vazamento da empresa suíça de tecnologia de perda de água Gutermann foi usado para verificá-los e localizar os vazamentos.

4 imagens SAR da Utilis com a rede de distribuição sobreposta.

4 imagens SAR da Utilis com a rede de distribuição sobreposta.

Por meio de amostragem aleatória, um total de 30 locais foram identificados para investigação e verificação neste projeto. Isso foi seguido por um exercício de validação de vazamento para marcar o local e confirmar a presença de um vazamento usando o correlacionador AQUASCAN TM2 da Gutermann que foi desenvolvido especialmente para este tipo de aplicação. Este equipamento é especializado na análise do ruído de vazamento em tubulações de grande diâmetro e em distâncias de até 1km. Quando a distância e as propriedades do tubo (material e diâmetro) são conhecidas, o correlacionador é capaz de localizar o vazamento com extrema precisão.

As equipes de detecção de vazamentos foram capazes de localizar vazamentos em todos os 30 locais, exibindo 100% de precisão para a tecnologia SAR e evidenciando um trabalho altamente eficaz realizado pelas equipes em campo.

Despertar

A necessidade de proteger o abastecimento de água nunca foi tão urgente. De acordo com o World Resources Institute, a demanda por água aumentou 600% em todo o mundo nos últimos 100 anos e as concessionárias de água enfrentam desafios devido ao envelhecimento da infraestrutura e às vastas redes que abrangem ambientes urbanos e rurais.

A tecnologia de sensoriamento remoto da Utilis usa um sensor montado em um satélite orbitando a 637 km acima da terra, o que significa que ele pode capturar uma rede inteira de uma vez. Ele tem o potencial de capturar milhares de vazamentos usando um algoritmo patenteado que identifica a assinatura única de água potável escapando para o solo.

O uso de análises de satélite ajuda as empresas a identificar as zonas de calor de forma a investigar mais a fundo, para que os vazamentos possam ser identificados o quanto antes, reduzindo o potencial de danos a rede, estruturas próximas a ela (casas, comércio, etc.), e ao meio ambiente.

Isso é particularmente útil em áreas rurais, pois é tradicionalmente muito mais difícil e demorado detectar vazamentos em locais remotos. Além disso, a abordagem não é invasiva, pode ser atualizada com frequência e é altamente escalonável.

“Consertar vazamentos não é apenas interromper a perda de água, uma vez que já estamos cientes de que há um problema, é também vital prevenir problemas e evitar mais danos colaterais à infraestrutura e ao meio ambiente”, disse Uri Gutermann, presidente-executivo da Gutermann . “Existem soluções disponíveis para aliviar a pressão sobre o abastecimento de água e, aproveitando a tecnologia e os dados para tomar decisões inteligentes e de longo prazo, as concessionárias estão em melhor posição para lidar com esse problema crescente.”

Corte de custos e perda de água

A detecção de vazamento de satélite oferece às concessionárias custos operacionais muito mais baixos, sem a necessidade de preparações ou investimentos iniciais. Os vazamentos podem ser localizados mais rapidamente, os recursos podem ser gerenciados com mais eficiência e as perdas inerentes reduzidas, tudo resultando em perdas menores de água.

Desde o desenvolvimento da tecnologia em 2016, a Utilis trabalhou em mais de 250 projetos em todo o mundo em países incluindo os EUA, Reino Unido, Itália, Chile, China e África, levando a mais de 30.000 vazamentos verificados e economizando cerca de 19.000 milhões de litros (5.000 milhões de galões) por ano para o seus clientes.